Blog busca desvendar o mistério da Arena de Programação Livre | FISL 10 – Fórum Internacional de Software Livre

Blog busca desvendar o mistério da Arena de Programação Livre | FISL 10 – Fórum Internacional de Software Livre.

A situação já é conhecida desde 2007: pistas, desafios, programadores arrancando os cabelos, plaquinhas de não alimentar os macacos, linhas e mais linhas de código para chegar a um prêmio.

Sim, é a Arena de Programação do Fórum internacional do Software Livre e esse ano quem ganhar recebe um prêmio que quase ninguém tem no Brasil (pelo menos não está à venda por aqui), um Smartphone da Google: o G1.

Muitas pessoas estão tentando, centenas de tentativas de inscrição e até agora… nada! Ninguém conseguiu encontrar o código solicitado para a inscrição.

Um dos pretendentes está buscando a solução e pedindo ajuda atravez de um blog, mas acho que ele deve ter cuidado com o que coloca e com o que recebe de lá. Serão apenas 21 inscritos… e mais, apenas os 21 primeiros a se inscreverem com o código correto.

Digo isso por uma questão básica: ele pode estar no caminho certo e, com uma de suas dicas alguém passa em sua frente, ou ele pode receber uma dica que o tire do caminho. Afinal, todos querem esses G1, todos querem estar dentro da jaula dos macacos, todos querem desvendar o código d’Arena. Mas só 21 estarão na jaula, só 21 estarão dentro do jogo, só 21 poderão concorrer e só 3 desses ganham.

O desafio para inscrição (chamada de Qualifying) já parece um tanto insana. Já foram dadas 6 dicas. E elas realmente dizem algo, mas tem que ser esperto, conhecer as funções e as RFCs de protocolos (ou, pelo menos, suas possibilidades), para entender essas dicas.

Se esperam que eu dê alguma dica, desistam. Não abro o jogo, não falo sobre o assunto, não… Não mais do que já disse, que até foi demais e não queria deixar dicas subliminares no meu texto.

Ah!, e se estás procurando algo em comentários da minha página, se deu mal… perdeu mais tempo. Só digo aqui uma última coisa, e que já se espalhou pela internet inteira nesse momento: “Cave o texto para resolver a Arena”.

Grande abraço para todos e os vejo no FISL10, no stand no grupo de usuários Debian-RS ou dentro do Aquário da Arena… 😉

O negócio é postar…

Mais de mês sem escrever de novo… Parece que agora tem sido uma constante que não consigo escrever no blog… Mas vamos ao que interessa:

O trabalho, como sempre, anda bastante corrido. Nesse mês tive muitos chamados, mas tenho sentido (e já conversei com meu superior) que não tenho rendido o máximo que já rendi a um tempo atrás. Creio que a situação tem a ver com diversos fatores e um dos que tem mais me custado é o cansaço.

Sendo assim, comecei uma negociação para ter alguns dias de férias na mesma época das férias da faculdade. Assim poderei ter alguns dias completamente “fora do mundo”. Será bom para poder recarregar as baterias do “no-break” interno que não me deixa parar nem durante o sono.

Quanto ao Debian-RS, comecei uma chamada geral para prepararmos o DebianDayBrasil2009RsPortoAlegre, pretendendo que esse seja um dos melhores Debian Days do Brasil. Também fiz a inscrição do Grupo de Usuários Debian do Rio Grande do Sul na área de Grupo de Usuários do 10o. Fórum Internacional do Software Livre (FISL10).

Para esse espaço que o Debian-RS terá pretendo mostrar as ações que o Debian-RS tomou este ano, se possível com fotos, em cartazes tamanho A3. Assim, estaremos fazendo uma prestação de contas à comunidade e, lógico, fazendo uma tentativa em angariar mais voluntários.

Também pretendo deixar em demonstração meu netbook e meu computador, ambos rodando o Lenny. Mas isso ainda não está certo, pois estarei com muitas coisas durante o fórum e não poderei ficar o tempo todo na pequena mesa cuidando meus preciosos bichinhos… O EeePC eu posso levar de um lado a outro, mas o computador… esse pode ser que não vá, pois mesmo tendo alguém de confiança que fique de olho enquanto eu não estiver lá, a situação pode ficar cabulosa, pois não dá pra cobrar segurança num ambiente que pretende ter 10 mil participantes.

Trabalhando muito…

Essas últimas semanas estive bem ocupado. A Propus está trabalhando com uma reestruturação no “modus operandi” do departamento operacional e desenvolvimento. Assim surge o “Scrum” como modo de trabalho operacional, e não apenas para o desenvolvimento.

Claro que para isso funcionar, precisou-se algumas adaptações e ainda estamos nos adaptando a nova forma de trabalho. No entanto, a estruturação está se mostrando muito eficiente, permitindo que possamos trabalhar mais em menos tempo.

Continuarei tratando desse assunto com o passar do tempo e o costume com a estrutura do “Scrum”.


Enquanto isso, na semana passada fui mandado pela primeira vez em viagem official pela empresa, representando a mesma.

Fui a Farroupilha atender um cliente em uma instalação de um sistema LTSP muito particular. Sendo o servidor LTSP conectado diretamente ao modem de internet configurado em forma bridge (portanto, ligado diretamente à internet), foi necessário pensar uma forma de manter o controle da navegação, o que foi possível com uma mágica de firewall (identificando de qual usuário vinha o pacote) e um proxy autenticado.

Além disso, foi feita uma forma de autenticar via ssh nas estações de trabalho (sendo um LTSP5, foi até simples) e instalação de impressoras remotas.

O sistema ficou funcionando muito bem, porém levou 2 dias para colocá-lo em produção, sendo que grande parte do tempo foi tentando resolver uma dificuldade com a senha da conexão banda larga e outra parte baixando atualizações (coisas que poderiam ter sido solicitadas previamente e testadas de maneira mais efetiva, evitando esses contratempos).

Como dizia o velho filósofo: “Vivendo e aprendendo…”

Skydome em Gcompiz no EeePC 701.

Putz… Passei um longo tempo sem escrever… Como disse no post anterior, ando bem atucanado. Nesse tempo, novas atribuições chegaram.

O FISL, cada vez mais perto, perdeu seu Coordenador de Temário, a Propus acabou abraçando essa bronca. Isso é uma coisa boa, pois é o maior fórum de software livre comunitáriodo planeta, o que dá renome às pessoas que trabalham nele. No entanto, a equipe Propus, que já está um tanto carregada, carregou-se ainda mais.

Mas no meio de tudo isso, tive tempo para brincar um pouco com meu EeePC 701. Essa brincadeira com o Compiz deixa colegas de faculdade, amigos e familiares de boca aberta com a capacidade que um notebook tão pequeno tem. Tirei algumas imagens do Skydome com meus desktops transformados em uma bola, com as janelas flutuando em volta. Vejam que imagens legais:

É um show a distorção do cubo e as janelas 3d que o Compiz tem.
É um show a distorção do cubo e as janelas 3d que o Compiz tem.
Essa tá doida.... Olha as camadas de janelas, uma sobre a outra...
Essa tá doida.... Olha as camadas de janelas, uma sobre a outra...
Essa também está bem doida. Meu "cubo" de três faces visto de cima.
Essa também está bem doida. Meu "cubo" de três faces visto de cima.

Sumidaço…

Pois é… Andei sumido durante um bom tempo, e isso tem explicação.

Fim de ano é um tempo bem confuso para mim, fechamento de um ano, preparação para o ano seguinte, balanço de relacionamentos e, é claro, a preparação de natal e fim de ano com as crianças.

Mas nada disso impediria que eu escrevesse alguma nota em meu blog. O que impediu mesmo foi um periodo de tanto cansaço que me fez querer apenas descansar quando chegava em casa.

Essas últimas duas semanas, no entanto, minha família passou na praia, enquanto eu fiquei em Porto Alegre para trabalhar, indo apenas nos fins de semana para lá. Isso me deu tempo para organizar um pouco meus pensamentos e as ações que eu devo tomar como Líder de 2 grupos de usuários.

Então, junto ao Debian-RS, estou organizando uma força tarefa para preparar o PgDay e em conjunto com o LTSP-BR, a ASL e o Pontão de Cultura da Restinga vamos preparar um evento para mostrar as vantagens do Software Livre na inclusão digital.

Serão dois grandes eventos e que devem tomar bastante do meu tempo livre, me deixando mais longe do meu blog, mas com grandes vantagens para os grupos do qual faço parte e do software livre em geral.

Trabalhando pacas…

Estamos em fase de organização do PgDay 2008/2009 Porto Alegre. Ainda está bem latente, mas ha grandes possibilidades.

Também estou numa fase muito corrida em meu trabalho na Propus Informática, pois os projetos estão chegando em sua finaleira, e a apresentação de resultados é de suma importância.

Talvez esses sejam os motivos para não estar muito ativo em blogs, canais de IRC e outros meios de comunicação. Mas não entendam isso como uma reclamação, pois quando decidi concorrer a Líder do Grupo de usuários Debain-RS sabia que trabalho não faltaria.

Lider do Grupo de Usuários Debian-RS – Obrigado!

Esse post é para agradecer todos os participantes do grupo de usuários Debian-RS, que mostrou sua maturidade com sua primeira eleição direta de lider.

Esse grupo de usuários teve apenas dois líderes antes de mim: Pablo Lorenzzoni, fundador e líder mais lôngevo do grupo e Joel Correa, o mais recente dos líderes.

Portanto, sou o terceiro líder deste grupo e pretendo mantê-lo o mais ativo que puder. Em breve poderemos anunciar novos encontros, pois pretendo reativar os encontros mensais, onde prepararemos atividades contínuas de divulgação de Software Livre por todo o Rio Grande do Sul.

Isso mesmo, quem está no interior do estado pode preparar a casa para receber visitas… tentaremos fazer eventos por todo o estado durante esse próximo ano, descentralizando-os da Capital Gaúcha para que todos os moradores deste grande estado tenham acesso ao conhecimento, à liberdade e à diversão de jogar um software proprietário pela janela.

Fico muito alegre e muito grato pela confiança depositada em mim. Novamente meus agradecimentos a todos!

Gostaria também de parabenizar André Machado, grande ativista do Debian que concorreu comigo nessa eleição, pedindo seu apoio para que possamos juntos levar esse grupo a cumprir o que nos propusémos: Levar a liberdade do Debian para o conhecimento de todos.

Grande abraço e boa noite.

2 meses sem escrever… Isso é que é estar ocupado.

Puxa vida… 2 meses sem escrever… Só tem uma explicação, eu estive muuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuito atucanado esse mês. Mesmo tirando 10 dias de férias eu não consegui postar nada.

Mas vou me redimir, tentando postar tudo que aconteceu nesses meses em uma seqüência de fatos rápidos. Histórias engraçadas estarei postando no meu blog pessoal: http://hugen.matilha.org.

Bom, vamos começar: após o Debian Day o Debian-RS começou a discutir sobre a necessidade de um Líder. Em pouco tempo apareceram dois candidatos (o André Machado e eu), assim foi constituído uma eleição, que ainda está em processo.

Nesse meio tempo, fui chamado para palestrar no Software Freedom Day 2008 de Novo Hamburgo (nossa, como é longe). Foi um dia muito legal, no qual fiz uma maratona de palestras (uma de VoIP, outra de Debian e a terceira de LTSP, essa última de uma hora e meia).

Esse evento me levou ao Software Freedom day 2008 de Porto Alegre, organizado pelo grupo de usuários OpenSolaris e com grande apoio da Sun Microsystems. Outro dia muito legal.

Depois disto, a coisa no Software Livre meio que se acalmou, mas não meus trabalhos. diariamente fazendo alguma mágica de Firewall ou de DHCP ou de DNS ou de Proxy. Resolvendo um problema de um cliente aqui ou migrando o sistema de outro cliente por lá…

Emfim, muita coisa, pouco tempo e muita diversão com Software Livre.

Synergy Multimáquinas…

Uma parede de monitores, diversas máquinas, um teclado e um mouse!

É isso mesmo, venho falar sobre o maravilhoso software de “KM” virtual chamado Synergy. No meu blog pessoal (http://hugen.matilha.org) pode ser lido que eu já usava esse software entre minha máquina do trabalho e meu notebook Asus EeePC. Agora melhorei essa configuração.

Na Propus temos uma parede semi-coberta de monitores, todos ligados a uma máquina multi-monitores, responsável por manter todos os sistemas de monitoramento sempre a vista. Temos, também, uma tv, ligada a outra máquina que gerencia as cameras de segurança. Sabendo disso e das maravilhas que estou falando sobre o Synergy podem imaginar o que fiz.

Liguei uma tela 17″ ao meu Asus EeePC, deixando-a ao lado da tela do meu computador de trabalho. Essa tela fica, aparentemente (vendo do meu ponto de vista enquanto trabalho) logo abaixo da tv das cameras, enquanto o monitor da minha máquina de trabalho fica abaixo dos munitores da máquina multimunitores.

A idéia era ter verdadeiramente uma parede de monitores à minha disposição, então instalei o Synergy em ambas as máquinas que ainda não o tinham, e em seguida configurei o servidor Synergy para reconhecê-los e, adivinhem?, funcionou perfeitamente.

Hoje tenho uma parede de monitores a serem usados como se fossem apenas um, sendo que um está na minha máquina de trabalho, outro no meu notebook, outros 6 na máquina multimonitores e uma TV para completar…

Só vendo para acreditar… Maravilhoso!